quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Parabéns, poeta!


Hoje, dia 8/12, é aniversário de Jim Morrison. Muito mais do que um cantor de rock, um poeta. Um poeta que adorava cantar o blues, mas, ainda sim, um brilhante poeta. Seu lirismo, sua sobriedade, sua mal-compreendida timidez, e, principalmente, sua devoção à questão amorosa. Ele não está morto, pelo contrário, faz-se presente e necessário em tempos tão frígidos, por demais artificiais. Obrigado, Jim!

Coloco abaixo algumas letras e poesias:

Blue Sunday

"Domingo Triste
Encontrei meu verdadeiro amor
Foi num domingo triste
Ela me olhou e disse que eu era
O único no mundo
Um no mundo
Agora encontrei a minha garota

Minha garota me aguarda em tempo terno
Minha garota é minha
Ela é o mundo
Ela é a minha garota

Minha garota me aguarda em tempo terno
Minha garota é minha
Ela é o mundo
Ela é a minha garota"


Poema retirado do livro Os Mestres - apontamentos sobre a visão

"Habitamos uma cidade.

A cidade forma - física, mas sobretudo psiquicamente - um círculo. Um jogo. Anel de morte com o sexo no centro. Guiar até o perimetro suburbano.

Descobrir aí zonas de sofisticado vício e tédio, de prostituição infantil. Mas é nesse sujo anel implacável apertando as ruas do comércio diurno que fervilha a única multidão viva, nossa estirpe, artérias vivas, noite viva.

Cobaias baratas, quartos reles, bares, casas de penhor, teatros de variedades e bordéis; arcadas moribundas que nunca morrem. Ruas e ruas de cinema de sessão contínua"


Moonlight Drive


"Vamos nadar para a lua
Vamos escalar a maré
Penetrar
Na noite que
A cidade dorme para esconder
Vamos nadar essa noite, amor
É nossa vez de tentar
Estacionados ao lado do oceano
Em nosso passeio ao luar

Vamos nadar para a lua
Vamos escalar a maré
Nos render aos mundos que nos esperam
E lambem nosso corpo
Nada restou aberto e não há tempo de optar
Paramos dentro de um rio em nosso passeio ao luar

Vamos nadar para a lua
Vamos escalar a maré
Você estendeu a mão para me segurar
Mas não posso ser seu guia
É fácil te amar quando te vejo deslizar
Caindo em florestas úmidas em nosso passeio ao lua
Passeio ao luar
Vamos, baby, vamos dar uma volta
Descendo, descendo para perto do oceano
Chegar bem perto, chegar bem próximo"


The Celebration of the Lizard King (part Palace of Exile)

"Por sete anos eu vivi
Nos livres palácios do exílio
Participei de estranhos jogos
Com as meninas da ilha
Agora eu voltei
À terra do belo e do forte e do sábio
Irmãos e irmãs na floresta pálida
Filhos da noite
Quem entre vocês aceita participar dessa caçada?
Agora a noite vem com sua legião púrpura
Recolham-se agora às suas tendas e a seus sonhos
Amanhã chegamos na minha cidade natal
Eu quero estar preparado".


The Crystal Ship

"Antes de você cair na inconsciência
eu gostaria de ter mais um beijo
Outra chance súbita de felicidade
Mais um beijo
Mais um beijo

Os dias são luminosos e cheios de dor
me envolva na sua chuva gentil
O tempo em que você andava era tão insano.
Nós nos encontraremos de novo
Nós nos encontraremos de novo

Oh, diga-me onde sua liberdade repousa
as ruas são campos que nunca morrem
liberte-me das razões porque
você prefere chorar
eu prefiro voar

O navio de cristal está sendo abastecido
Milhares de garotas. Milhares de excitações.
Um milhão de maneiras para gastar seu tempo.
quando nós voltarmos
Eu escreverei um bilhete".


Mas não, o Ugo é maluco, o Jim Morrison era apenas um pop star...